[Projeto] Em leitura Intensa – Peça-me o que quiser – Megan Maxwell



Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos.
Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu.
Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais.
Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas. Skoob

Como sempre, não tenho como falar da parte física do livro já que sou adepta do e-book Kindle. Ultimamente a maioria dos meus livros é em formato digital.  Mas já posso dizer que gostei da capa, é bem chamativa e atraente aos olhos do consumidor.

Sendo esse o segundo livro do nosso projeto de leitura Hot, fiquei um pouco decepcionada com os personagens, esperava bem mais. A Judith é, a meu ver, muito infantil para o gênero, ou melhor, imatura mesmo. Em muitos momentos chegou a ser irritante sua passividade com relação ao Eric. Já esse se mostra muito resolvido e maduro, porém em muitos momentos age como adolescente com os hormônios a flor da pele. É um personagem altamente instável.

No início da trama o leitor sente a escrita quase amadora. Muitas partes retratam linguagem coloquial, o que incomoda um pouco quando se está acostumado a ler grandes autores. Mas com o passar das páginas ou o leitor se acostuma, ou a autora vai mudando sua forma de abordagem. É difícil separar o momento exato em que acontece isso. Fato é que vai ficando um pouco mais agradável.

Não é um romance erótico qualquer. Esqueça se vem até ele esperando o bom e comum sexo entre duas pessoas que se amam. A leitura é bem mais ousada e quente. Chega a quebrar alguns dos meus paradigmas sobre esse tipo de leitura. A mocinha não é mais a desastrada de sempre, mesmo que tenha comportamento imaturo. E o Mocinho, apesar de continuar sendo o megamultimilionário, não curte o romance tórrido a dois. Espere grandes surpresas nessa obra.

Em muitos momentos me bateu uma vontade louca de largar esse livro para lá. Tudo nele me deixava aflita. Personagem, escrita, cenas de sexo. Fui guerreira e continuei, mas tenho em mente que foi a minha ultima leitura dessa série. Uma vez me disseram: abra sua mente e mergulhe no livro Peça-me o Que quiser. Acho que não abri o suficiente.

Como manda o figurino, aí estão os links para nossos blogs parceiros nesse Projeto. Leiam, comentem e curtam nossa saga literária:


Abrindo os trabalhos para o próximo mês vamos ler Juliette Society, por Sasha Grey


Se eu te contasse que existe um clube secreto, cujos membros pertencem à classe mais poderosa da sociedade - banqueiros, milionários, magnatas da mídia, CEO's, advogados, autoridades, traficantes de armas, militares condecorados, políticos, oficiais do governo e até mesmo o alto clero da Igreja Católica -, você acreditaria? Este clube se reúne sem regularidade, em um local secreto. Às vezes em locais distantes e às vezes escondidos. Mas jamais duas vezes no mesmo lugar. Normalmente, nem mesmo duas vezes no mesmo fuso horário.
E esses encontros, essas pessoas... não vamos enrolar, vamos chamá-las do que são, os Mestres do Universo. Ou o Braço Executivo do Sistema Solar. Então, essas pessoas, os Executivos, usam os encontros como uma válvula de escape do cansativo e estressante negócio de estragar ainda mais o mundo e criar novas maneiras sádicas e diabólicas de torturar, escravizar e empobrecer a população.
E o que eles fazem em seu tempo livre, quando querem relaxar? Deveria ser óbvio. Eles fazem sexo. Skoob

[Projeto] Em Leitura Intensa – Toda sua – Sylvia Day


Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela - e provavelmente qualquer outra pessoa - já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer - Eva acaba se entregando. Uma relação intensa começa. O sexo é considerado por eles como incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam - o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto à faísca que trará de volta os traumas do passado. Skoob
Para abrir os trabalhos do nosso novo projeto de leitura, terminamos nesse mês de fevereiro o livro Toda Sua da Sylvia Day. E como já temos uma resenha desse livro no Blog, vou apenas dar minha opinião sincera sobre a leitura. Confira a resenha completa aqui.



Não posso negar que as semelhanças com o famoso livro da E. L. James são bem marcantes, mas não quero dar esse enfoque ao comentário. Ah tá, só vou falar só um pouquinho.

Por que o mocinho tem que ser sempre rico, lindo e perturbado? E a mocinha completamente estabanada? Mas vou parar por aqui nessas semelhanças, afinal todos os dois livros tem seus méritos e peculiaridades.

Gideon é do tipo Lindo e muito, muito, muito rico que toda mocinha sonhou em ter como príncipe encantado. Mas carrega suas mágoas, bem profundas na verdade. Não se iluda achando que autora vai entregar tudo no primeiro volume da série. Obvio que não, e que graça teria, não é verdade?

A Eva foi uma personagem que me identifiquei muito, levemente atrapalhada e um tantinho ciumenta (Que meu esposo não me leia). Diferente da bela princesa ingênua dos contos de fadas, a Eva é bem assadinha e não tem medo de arriscar.


A meu ver o livro é bem legal, rápido de ler e sim, muito intenso. Quando entrei para o projeto resolvi me desafiar, pois erótico não é o meu forte de leitura, e posso dizer que estou gostando da experiência e pretendo dar sequência.

Confiram também as resenhas sobre o mesmo livro nos Blogs parceiros do Projeto Em Leitura Intensa


Agora, se me permitem vou iniciar a próxima leitura.

Mês 2: Peça-me o que Quiser, por Megan Maxwell

Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos.
Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu.
Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais.
Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.

Se quiserem deixar seus comentários abaixo ficarei muito feliz... Vejo-os no próximo mês com outra Resenha muito Hot.


[Resenha] A Biblioteca Mágica de Bibbi Bokken – Jostein Gaarder e Klaus Hagerup


| Autor: Jostein Gaarder e Klaus Hagerup | Editora: Arqueiro | Páginas: 180 | ISBN: 9788535903706 | Skoob | Comprar |
Havia alguma coisa incomum naquela mulher que o garoto Nils encontrou numa livraria, quando comprava um diário para iniciar uma correspondência com a prima Berit. A mulher, uma certa Bibbi Bokken, vagava diante das estantes numa espécie de transe, olhando para os livros como se fossem chocolate ou marzipã. Quando Nils foi pagar a conta, ela ofereceu uma contribuição;
tudo muito estranho.
Os dois primos decidiram investigar quem era a tal mulher e o porquê de suas atitudes suspeitas - as duas perguntas básicas de uma boa história de detetives. E, nessa investigação, acabam conhecendo a história dos livros, das bibliotecas e do fascínio que eles exercem sobre as pessoas. Skoob


Nils e Berit são primos que se afastaram, mas decidiram manter contato através de um epistolário, ou seja, um caderno que viajava de uma cidade para a outra levando notícias dos primos e assim, colecionando suas cartas.

Num dessas cartas Nils conta a Berit que encontrou uma mulher estranha que se babava toda quando via os livros na prateleira. Então Nils resolve seguí-la e encontra uma carta muito esquisita que falava de uma biblioteca mágica. A partir daí o mistério tem início. Quem era essa estranha mulher? Onde seria essa biblioteca tão fascinante?  O que teria de tão mágico lá?
Mas não é da poesia que quero te falar. É da tal mulher! Quando entrei na livraria em Sogndal, ela também estava lá. Vagueava por entre as estantes observando os livros. E, Berit, se babava toda! Isso mesmo, não há outra maneira de dizer: aquela mulher vagueava pela livraria babando como se os livros fossem feitos de chocolate ou de um doce qualquer.
Afirmativas interessantes surgem ao logo da história, e foi o que mais me atraiu por sua criatividade e brincadeira com as ideias.
Eu acho que há pessoas que gostam de contar mentiras. E há outras que gostam de ouvi-las. Cada cidade, da maior à menor, possui um edifício que recolhe todas as mentiras. Chama-se biblioteca. Mas podiam muito bem ter chamado de «laboratório de mentiras», ou outra coisa parecida.
Um mundo mágico dentro de uma biblioteca é tudo que sempre sonhei.
Caminho ao lado das estantes da biblioteca. Os livros viram-me as costas. Mas, não de maneira hostil. Convidam-me. Como se quisessem apresentar-se. Metros e mais metros de livros que jamais conseguirei ler. Bem sei que é vida que a mim se oferece, uma vida a acrescentar à minha, uma vida que está aí, tão somente à espera de ser experimentada. Mas à velocidade a que os dias desaparecem, as possibilidades vão se desvanecendo. Bastaria um só destes livros para mudar a minha vida. Quem sou agora? Quem serei depois?
E qual bom leitor não concordaria com uma frase como essa:
«Escolher um bom livro é escolher a melhor das companhias: rodeamo-nos dos personagens mais nobres, argutos e sábios que fazem parte do ornamento e do orgulho da humanidade.»
Ou essa:
Pela primeira vez na minha vida compreendi o que é um livro. Um livro é um mundo mágico cheio de pequenos sinais, em que os mortos podem regressar à vida e os vivos podem viver eternamente. É incrível, fantástico e «mágico» que as letras do alfabeto possam formar tantas combinações, capazes de encher enormes estantes de livros e de escancarar-nos um mundo infindo, que continuará a crescer e a expandir-se enquanto houver homens sobre a Terra.
O livro é uma aventura juvenil da melhor qualidade. Cheia de suspense e ótimas reflexões sobre o mundo dos livros. Peguei-me concordando, várias vezes, com as afirmativas dos garotos.

Por ser juvenil, o gênero que menos curto, me surpreendi com a leitura, mas vindo do Jostein Gaarder só poderia sair coisa boa. Nada de histórias imaturas.

Recomendo para todas as idades que saibam apreciar uma escrita fluída e dinâmica. Em forma de cartas até mais da metade do livro, não é difícil compreender a estrutura epistolar. Apaixonei-me pelo livro.






Os Autores:
Jostein Gaarder (Oslo, 8 de agosto de 1952) é um escritor filho de um casal de professores e intelectual norueguês. É autor de romances filosóficos, contos, e histórias. Tendo cursado o ensino primário na cidade de Ingierasen, enquanto que a formação secundária realizou na Escola da Catedral de Oslo. Na Universidade de Oslo Gaarder estudou línguas escandinavas e teologia. Antes de lançar sua carreira de escritor dava aulas de filosofia na Escola Secundária Pública Fana, na cidade de Bergen. O seu trabalho mais conhecido é O Mundo de Sofia, publicado em 1991, o qual relata um romance acerca da história da filosofia, que cujo enredo gira em torno de uma menina instruída e amparada por um filósofo. Este livro foi traduzido para 53 línguas, existem 26 milhões de cópias impressas, sendo que três milhões delas foram vendidas só na Alemanha. Com isso passa a ter grande renome internacional, fazendo-o, a partir de 1993, a se dedicar integralmente à produção literária.
Klaus Hagerup (Noruega,1946) é poeta, dramaturgo, encenador, escritor, diretor teatral e autor de livros premiados na Noruega. Escreveu junto com Jostein Gaarder o livro A Biblioteca Mágica de Bibbi Bokken. É filho de Inger Hagerup.

[Resenha] Easy - Contornos do Coração #01 - Tammara Webber

| Autora: Tammara Webber | Editora: Verus | Páginas: 308 | ISBN: 9788576862468 Skoob Comprar 
Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria. Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares. A atração entre eles é intensa. No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor.

Eu não sabia ao certo que esperar de Easy, eu já tinha lido algumas resenhas desse livro mas estava com dúvidas se iria gostar ou não. Sabe aquele livro que vem em um ótimo momento? Então, eu não poderia ter lido essa obra da Tammara Webber em melhor hora, fiquei encantada, os personagens são cativantes e a escrita é viciante.

A partir do momento que eu comecei a ler esse livro, me vi sugada para a estória da Jacqueline, uma jovem que deixou alguns sonhos e expectativas de lado para acompanhar o namorado à universidade que ele queria e que sofrera uma desilusão amorosa após o seu namorado terminar com ela por quer ter outras experiências - sexualmente falando, e num momento de tentar superar o ocorrido uma amiga a convence a ir a uma festa da irmandade e é lá que Jacqeline sofre uma tentativa de estupro, por alguém que ela conhece. Tentativa pois por pura sorte um jovem desconhecido aparece e consegue evitar que o pior aconteça.

Jacqueline não consegue tirar da cabeça esse estranho que a salvou e de repente ele parece estar em todos os lugares. E depois de um tempinho, o seu salvador desconhecido se revela como sendo um dos seus colegas de aula, de uma matéria que Jacqueline não está indo muito bem, trata-se de Lucas, que até antes do fatídico encontro ela nem mesmo sabia que existia, mas depois que o nota, Jacqueline faz questão de não esquecê-lo e ambos ficam bastante cientes um do outro.
'‘Ele se sentava na última fileira da aula de economia, desenhando ou olhando para mim em vez de prestar atenção nas aulas. Na noite de sábado, o toque firme de suas mãos enquanto dançávamos fez a minha cabeça girar antes que ele desaparecesse sem nenhuma explicação. Ele me despiu com os olhos, disse Erin, no meio do Starbucks – onde ele trabalhava. Era ousado e seguro de sai. Tatuado e gostoso demais para poder ser descrito em palavras. Parecia e agia como o bad boy que Erin e Maggie acreditavam que ele fosse.’’
Lucas é aparentemente um bad boy (mas tá mais para um nerd), a atração entre ele e a nossa protagonista é palpável tanto para o leitor quanto para os outros personagens do livro e é impossível não torcer para que o relacionamento deles se desenrole e que eles deem certo e isso vai acontecendo num ritmo bem calmo, achei legal a Tammara não ter feito tudo muito rápido, ela vai desenvolvendo muito bem o romance dos personagens e conforme isso acontece nós os conhecemos melhor e entendemos determinadas atitudes de ambos.

Jacqueline é uma personagem determinada que luta pelo que quer, mesmo tendo os seus momentos vulneráveis, ela não fica enrolando e nem fica de mimimi, o que me deixou muito feliz, pois eu adoro personagens que não são fracas; só não gostei do fato de que em certas situações, mesmo que sem querer, a personagem se colocava em perigo e para evitar escândalos deixou de tomar certas medidas que teriam evitado muita coisa ruim ao decorrer da estória.

O livro faz críticas sérias e bem trabalhadas com relação ao abuso de mulheres, promove a ação de que as mulheres podem e devem se defender e devem procurar obter conhecimentos para isso e que o silêncio nunca deve ser uma opção.
''- Ele estuprou você também?
Neguei com a cabeça enquanto calafrios desciam pelo meu corpo em uma onda desde o pescoço até os tornozelos.
- Alguém o impediu. Tive sorte.

Eu não imaginava quanta sorte tive até agora. Pensei que soubesse, mas, na realidade, não sabia.''
Easy é um livro de leitura fácil, fluida e marcante, foi uma leitura encantadora, que me prendeu desde o início e adorei acompanhar o desenrolar da relação da Jacque e do Lucas; Easy em muitos momentos me deixou sem palavras e de queixo caído com algumas surpresas. Gostei bastante de ambos os personagens, que tem muita personalidade, são fortes, têm traumas e que tentam superá-los na medida do possível, e mal posso esperar para ler logo Breakable que será contado pelo ponto de vista do Lucas, que é um personagem sexy, sutil e que guarda muitos segredos.

[Lançamentos] Depois de Você - Jojo Moyes! Confira o vídeo de lançamento.


Novidade!!!

Vem aí "Depois de Você" a continuação de "Como eu era antes de você " de Jojo Moyes , com previsão de lançamento em 29 de setembro!

O que será que acontece com a Lou depois do final de "Como eu era antes de você?"



Como eu era antes de você em promoção no +Submarino  http://oferta.vc/6c9A 











Não é para os fracos de coração. É ficção criminal da mais alta classe





Para o comandante Camille Verhoeven, a vida não poderia estar melhor: ele tem um casamento feliz e está esperando o primeiro filho com a amável Irène. Mas sua rotina agradável é interrompida por um assassinato cuja brutalidade choca toda a Brigada Criminal. O caso se torna ainda mais sombrio quando são encontradas similaridades entre o crime e o assassinato hediondo relatado em Dália Negra, um romance policial de James Ellroy, publicado em 1987. 

A imprensa, então, apelida o assassino de “O Romancista” e a investigação do caso se desenrola com os dois sujeitos – o comandante Verhoeven e O Romancista – sob os holofotes do público, e um está determinado a ser mais inteligente do que o outro. No entanto, só é possível haver um ganhador: aquele que tem menos a perder.



IRENE

Peculiar, brutal, não é para os fracos de coração. É ficção criminal da mais alta classe... Grandiosamente construído e executado, elevando Lemaitre à classe de James Ellroy. Se você pegá-lo, não será capaz de largar.
— Geoffery Wansell, Daily Mail

Irene é uma ficção policial de alto nível, digna da atenção internacional que tem recebido... Quando aceitei as representações da violência contidas no romance, achei poucas falhas em Irene...
— Patrick Anderson, The Washington Pos








[Caixinha de Correio] #SóCoisasBoas

Bora conferir os livros (que infelizmente não foram muitos) que eu recebi em Janeiro:

 Sinopse - Rocco's Wings - Rebecca Merry Murdck
Rocco is the only villager with wings. His wings are blue, and at night also bioluminescent (glowing). Rocco is captured by urvogels (winged human-like creatures) living on the cliffs of Upper Terrakesh. He witnesses the horrid punishment of urvogels getting their wings cut off - punishment for so-called vanity crimes.  Private reading, music making and other solitary enjoyments are strictly forbidden as contrary to flock principles. Rocco’s new friends, Basalt, Vesta, Magna and Iggy are about to stand trial. If convicted, they will lose their wings. Rocco must decide if he should help them, or escape on his own. A fast moving tale of survival and adventure, this middle-grade novel follows Rocco’s struggle with grief and loss. Rocco’s Wings is the debut novel of Canadian lawyer, Rebecca Murdock.

 Sinopse - A Irmã de Becky Bloom - Sophie Kinsella
A Irmã de Becky Bloom - Becky Bloom achou que casar com Luke Brandon seria uma caixinha da Tiffany cheia de felicidade. Mas, honestamente, a coisa não é um sonho como ela esperava. O problema começou na lua-de-mel, quando contou uma mentirinha minúscula a Luke, sobre uma comprinha de nada. Agora ela está com o orçamento contado, não tem emprego e, pior de tudo, sua querida amiga Suze tem uma nova “melhor amiga”. Becky está na maior deprê quando recebe uma notícia incrível: ela tem uma irmã, há muito tempo perdida, sumida, esquecida! Becky nunca esteve tão em-pol-ga-da!!! Finalmente uma irmã de verdade! Elas podem fazer compras juntas... escolher sapatos juntas... fazer as unhas juntas... Até que ela tem o maior choque da vida. Não pode ser verdade! Não é possível que a irmã querida de Becky Bloom possa... odiar compras!!! Socorro!!!

 Sinopse - As Crônicas de Bane - Vários autores
As Crônicas de Bane - Nesta edição ilustrada, são narradas as mais diversas aventuras do feiticeiro imortal Magnus Bane, das aclamada séries de Cassandra Clare. Entre escapadas no Peru e resgates reais na Revolução Francesa, acompanhe fragmentos da vida do enigmático mago ocorridos em diversos países e períodos históricos, com aparições de figuras conhecidas como Clary, Tessa, Will e Alec, personagens de Os Instrumentos Mortais e As Peças Infernais.

 Sinopse - O Segredo do Meu Marido - Liane Moriaty
O Segredo do Meu Marido - Ela virou o envelope. Estava lacrado com um pedaço de fita adesiva amarelada. Quando a carta tinha sido escrita? Parecia velha, como se tivesse sido anos antes, mas não havia como saber ao certo. Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo... Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela. Um romance emocionante, O Segredo do Meu Marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos.

 Sinopse - O Lírio Dourado - Richelle Mead
O Lírio Dourado - Em sua última missão, a alquimista Sydney Sage foi enviada a um colégio interno na Califórnia para proteger a princesa Moroi Jill Dragomir, e assim evitar uma guerra civil entre os vampiros que certamente afetaria a humanidade. Porém, a convivência com Jill, Eddie e principalmente Adrian leva Sydney a perceber que talvez os Moroi não sejam criaturas tão terríveis assim - e ela passa a questionar os dogmas que lhe foram ensinados desde a infância. Tudo se torna ainda mais complicado quando Sydney descobre que talvez tenha a chave para evitar a transformação em Strigoi, vampiros malignos e imortais, mas esse poder mágico a assusta. Igualmente difícil é seu novo romance com Brayden, um cara bonito e inteligente que parece combinar com Sydney em todos os sentidos. Porém, por mais perfeito que ele seja, Sydney se sente atraída por outra pessoa - alguém proibido para ela. E quando um segredo chocante ameaça deixar o mundo dos vampiros em pedaços, a lealdade de Sydney será colocada mais uma vez à prova. Ela confiará nos alquimistas ou em seu coração?

[Resenha] Dançando Sobre Cacos de Vidro - Ka Hancock



| Autora: Ka Hancock | Selo: Arqueiro | Páginas: 336 | ISBN: 9788580412079  Skoob Comprar |


Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles. Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente. Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética. Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor. Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.

Dançando Sobre Cacos de Vidro conta a estória do apaixonado casal Lucy e Mickey Chandler, eles se amam e não conseguem imaginar o quão vazia seriam suas vidas se eles não tivessem um ao outro. Só que não é fácil. Eles são felizes juntos, mas diariamente têm que passar por muitas provações.

Lucy é uma personagem querida, que ama muito a sua família e é o porto seguro do marido. Ela perdeu a mãe muito cedo, vítima de câncer, e o fantasma que sempre paira sobre a cabeça dela e das irmãs é: qual das três será a próxima na lista da Sra. Morte por causa de um muito provável câncer de mama? E isso é uma certeza, afinal Lucy já teve câncer e reagiu bem ao tratamento, mas será que ela reagiria tão bem em caso de reincidência?

Mickey é um cara carismático, um homem de negócios bem sucedido, que ama a esposa mais do que tudo no mundo e a seguiria a qualquer lugar. Quando conheceu Lucy tentou ao máximo evitar aquela garota tão cheia de vida e confiança, afinal, quando se tem um grave transtorno bipolar você tem medo de permitir que pessoas se aproximem.

O inevitável acontece, esses dois personagens perdidos e sem perspectivas amorosas se conhecem e mesmo tentando ignorar o que sentem e indo contra preconceitos eles acabam se dando uma chance, eles se arriscam, arriscam serem felizes apesar de tudo, apesar do futuro incerto e ao mesmo tempo cheio de talvez.

Depois de tudo que foi dito, ficou claro que a genética desses dois é um fardo para eles, sendo assim, eles não querem que ninguém tenha que passar pelas provações diárias que eles passam e mesmo se amando muito, eles não querem que uma criança, um provável filho, venha a sofrer e por isso o casal firma um acordo de não ter filhos e ponto final, imagina o quão difícil não seria para essa criança? Só que o inesperado e talvez até indesejado acontece, em uma de suas consultas de rotina Lucy descobre que está grávida.

É então que o casal tem que pôr em prova todas as suas crenças e todo o seu amor. Pra você leitor, pode parecer algo simples apenas seguir com a gestação, mas não é bem assim e cada personagem coloca na balança os prós e contra com relação à decisão de manter ou não a gravidez e é quando algo dramático – para dizer o mínimo- acontece e vem para emocionar e trazer novas e diferentes perspectivas à leitura.

Narrado sob o ponto de vista dos dois protagonistas alternando entre o presente e o passado, quando os personagens se conheceram, Dançando Sobre Cacos de Vidro foi um livro que eu não sabia o que esperar, não é o meu tipo de leitura, não gosto tanto de dramas, mas me dispus a sair da minha zona de conforto e confesso que foi impossível não me emocionar com esse livro (com direito a lágrimas e tudo). Ka Hancock consegue mexer conosco, ela expõem de forma clara e objetiva o que a bipolaridade e o câncer causam à uma família desestruturando-a; a autora nos faz analisar tudo de forma fria e emocional, conseguimos ver por esses dois lados. É uma história de amor linda e gostaria que tivesse filme dele.

Mesmo não sendo fã do Nicholas Sparks acredito que quem gosta dos livros do autor também irá gostar desse livro. Dançando Sobre Cacos de Vidro é uma história crível, sobre superação, confiança, amor, carinho, respeito, relacionamentos familiares, esperança, e que com certeza irá emocionar quem o ler.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...