[RESENHA] Para Sempre Sua - Crossfire - Livro 03 - Sylvia Day

Para Sempre Sua


A partir do momento que conheci Gideon Cross, vi nele algo que precisava. Algo que não podia resistir. Eu vi a alma perigosa e danificada — muito parecida com a minha. Eu estava atraída por isso. Eu precisava dele, tanto quanto precisava que meu coração batesse. Ninguém sabe o quanto ele arriscou por mim. O quanto fui ameaçada, ou quão sombria e desesperada a sombra de nosso passado se tornaria. Entrelaçados por nossos segredos, nós tentamos desafiar as probabilidades. Nós fizemos nossas próprias regras e nos rendemos completamente ao poder requintado da posse…


‘’- Você está se divertindo?
- Sim, mas eu sinto sua falta. Você tem tomado suas vitaminas?
Senti um sorriso em sua voz quando me perguntou: “Você está com tesão, Anjo?”
- A culpa é sua! Este clube é como o Viagra. Estou quente e suada e pingando feromônios. E eu tenho sido uma menina má, você sabe. Dançando como se estivesse solteira
- Garotas más precisam ser punidas.
- Talvez eu deva ser muito má então. Fazer a punição valer a pena.
Ele sussurrou: Venha para casa e seja má comigo. ’’


Finalmente consegui ler esse livro! E devo dizer que ele não me decepcionou, pois já dava para imaginar como ia ser o decorrer da história. Mas mesmo assim, tenho alguns pontos positivos e negativos para ressaltar.

Então vamos à resenha...

Não vou me perder contando muito da história até porque esse é o terceiro livro, quem vai ler já a conhece por ter lido os outros, nem contarei muitos detalhes para não correr o risco de soltar um spoiler, por isso vamos direto aos pontos.

Eu já li muitos romances eróticos, e ainda não entendo o porquê das criticas a trilogia ‘’50 Tons’’ uma vez que ela não muda muito para os outros livros do gênero, e o que menos entendo são os que dizem que a série ‘’Crossfire’’ é muito melhor. Eu adoro a série Toda Sua, mas não entendo isso, uma vez que ela é bem curta, com poucos dramas envolvidos e basicamente se resume a sexo, nesse livro ‘’Para Sempre Sua’’ o número de cenas de sexo no meu entender duplicou para dizer o mínimo, Eva e Gideon não ficam sem fazer sexo em praticamente nenhuma cena em que estão juntos, até por telefone anda rolando coisas quentes! Pelo menos em ‘’50 Tons’’ temos mais história, e diálogos comuns envolvidos.

Eu fiquei pasma nesse livro em como ele vai para o lado erótico, quase não acontece nada na história, ambos vivem o romance, na sombra da tragédia que aconteceu no volume anterior, mas escondendo seu envolvimento de todos, para assim tentar voltar aos poucos sem levantar suspeitas para a polícia (quem leu o último livro sabe do que estou falando). Fora isso não acontece muitas coisas, tirando o final do livro onde temos uma agradável e meio precipitada surpresa, que poderia ser um pouquinho mais romântica, mas fazer o que...

Eu esperava que acontecesse mais algumas coisas além deles escondendo o romance e a tola da Eva ainda tentando acreditar que o Gideon a ama e não vai abandona-la. Ah galera, quem leu o último livro sabe bem que um cara que chega ao ponto de fazer aquilo é porque é louco pela garota, se ele só quisesse sexo não teria motivo para continuar fazendo tudo, eu disse absolutamente tudo pela Eva. Ela é tonta ou o que?


‘’Isso está acabando comigo, ele falou em um tom de sofrimento. Ficar sem você. Sentir tanto a sua falta. Sinto que minha sanidade depende de você, Eva, e você quer que eu finja que estou feliz, porra?’’


Agora vamos falar umas coisas boas, afinal eu disse que tinha gostado rs.

O livro segue no ritmo dos outros, absolutamente quente, temos o Gideon um pouco mais romântico, usando uma palavrinha mágica, ainda que de forma diferente. No fim do livro ele faz uma coisa muito fofa!

‘’Eu olho para você, meu anjo, e não consigo pensar em mais nada. Quero estar com você, ouvir você, conversar com você. Quero ouvir sua risada e oferecer o meu ombro quando você chorar. Quero sentar ao seu lado, respirando o mesmo ar, compartilhando a mesma vida. Quero acordar todos os dias ao seu lado. Eu quero você. ’’

A capa é linda, ainda não entendi bem o significado do perfume nela, mas mesmo assim ficou muito bonito. Ás páginas continuam amareladas, as letras de bom tamanho... Tudo nos conformes. Segue minha reclamação de que o livro é pequeno, poderíamos ter algo para ler por mais tempo se acrescentassem mais história, desenvolvessem mais outros personagens.

É pedir muito termos um pouco mais do Gideon? ^^

“Eu não acho que você entenda. Isto” – ele gesticulou com impaciência para si mesmo “é apenas uma casca de merda. Você é o que me impulsiona Eva. Você pode entender isso? Você é o meu coração e alma, algo com o que eu não posso viver sem. Se alguma coisa tivesse acontecido com você isso iria me matar também. Mantê-la segura é uma maldita auto preservação! Tolere isso por mim, se você não vai fazer isso por si mesma.”


Até parece que esse livro ainda fazia parte do anterior, poderiam ter sido um só, visto que pouca coisa diferente para não dizer nenhuma, aconteceu. Foi mais uma mostra de como se seguiu os dias depois da tragédia ocorrida.

Continuo recomendando a série para quem curte o gênero, pois quem não gosta do erótico deve passar longe, para depois de ler não sair todo puritano xingando e dizendo ser um livro pornô.
E só para relembrar, é recomendado para maiores de dezoito anos, e para quem já leu os volumes anteriores. Nada de bancar o doido (a) e sair lendo o terceiro volume sem ter lido os demais, ou vai ficar perdidinho. ^^

''- Eva. Me deixe… Ele segurou meu rosto, perdendo-se profundamente em minha boca. “Deixe eu te amar.”
 - Por favor, eu sussurrei, meus dedos segurando atrás de seu pescoço para capturá-lo. “Não pare.”
 - Nunca. Eu não posso.''
Resenhas da série.

1. Bared to You  - Toda sua.
2. Reflected in You - Profundamente sua.
3. Entwined With You - Para sempre sua


Título: Para Sempre Sua
Título Original: Entwined with You
Autor: Sylvia Day
Editora: Paralela
Páginas: 280
Skoob




Cinquenta Tons de Cinza chegará em 1º de Agosto de 2014 aos cinemas!

''A Focus Features acaba de divulgar a data de estreia norte-americana da aguardada adaptação cinematográfica do romance de E L James: 1º de agosto de 2014. Segundo o comunicado feito pela produtora, as datas de lançamento no restante do mundo ainda serão fechadas e divulgadas pela Universal Pictures International.

Sam Taylor-Johnson (O Garoto de Liverpool), conceituada fotógrafa e artista plástica, será a diretora de Cinquenta tons de cinza. Com produção assinada por Michael de Luca e Dana Brunetti, a dupla responsável pelo premiado A Rede Social, a apimentada história de amor entre Anastasia Steele e Christian Grey está sendo roteirizada por Kelly Marcel (Saving Mr. Banks). Para ansiedade dos fãs, o elenco permanece um mistério.''


Fonte: Intrínseca


Contando os minutos!!!




[CAIXINHA DO CORREIO] Coma de 4! Quem vai querer um exemplar? ^^




Olá galera!

Quem ai gosta de literatura erótica?

Quem curte o gênero, relembrando que é recomendado para maiores de 18 anos... já não se descabela tanto com a parte ''pervertida''. Mas vocês que leem, ''50 Tons'', ''Luxúria'', ''Toda Sua''... Já leram um livro de poesia erótica?

Pois é! Hoje recebi dois livros de poesia erótica do autor Vinni Corrêia, um carioca muito talentoso!

Já vou avisando que essa semana irei ler, postarei resenha + promoção desse livro. Quem vai querer ganhar um exemplar? ^^



Poemas para aguçar a curiosidade... (o horário só me permite esses dois kkk)


Falo

Falo
Pelo canto
Da tua boca.

Linguagem corporal

Calo meus dedos em tua boca
Esse silêncio diz tudo
Falo em tua boca






Quem vai querer?




[RESENHA] O Noivo da Minha Melhor Amiga - Emily Giffin

"O Noivo da Minha Melhor Amiga conta a história de Rachel, uma jovem advogada de Manhattan. A moça, sempre vista por si mesma e por seus amigos como a "certinha" e bem-comportada, muda radicalmente no seu aniversário de trinta anos, após a festa oferecida por sua melhor amiga, Darcy. Meio deprimida por chegar aos trinta sem o marido e os filhos que imaginava ter a essa altura da vida, Rachel se excede na comemoração e termina a noite na cama com Dex, seu grande amigo de faculdade e noivo da sua melhor amiga. Até a noite em que ficou com Dex, Rachel era o modelo de filha e amiga perfeita, embora se visse como um fracasso."

Se você gosta de bons chick-lits tem que ler um dos livros da Emily Giffin. O Noivo da Minha Melhor Amiga, o primeiro livro que li da autora, tem Rachel como protagonista. Ela é uma advogada de Nova York que está com 30 anos, sempre foi muito inteligente e dedicou-se a sua profissão. Sua melhor amiga, Darcy, é uma mulher atraente e mandona e está noiva de Dexter Thale. No aniversário de Rachel, Darcy prepara a festa surpresa para ela que bebe demais e acaba dormindo com Dexter.

No dia seguinte, Dex faz questão de frisar que não estava bêbado o bastante e não se mostra arrependido. Os dois se aproximam e obviamente as consequências dessa traição caem sobre a amizade das duas. Rachel percebe que ele é tudo que ela sempre quis, mas sua amizade com Darcy é de longa data e ela não quer magoar ninguém. Durante a narrativa é exposto o temperamento de Darcy com as pessoas. Ela é autoritária, insuportável, intragável e nunca pede desculpas.

A protagonista tem um defeito que me irritou profundamente: ela é extremamente passiva. Darcy manda e desmanda, o chefe dela é insuportável e o Dexter nunca toma uma decisão. E o que ela faz? Aceita tudo isso sem contestar e por mais que eu entenda que ela faz um contraponto ao temperamento da amiga, não dá para aceitar uma pessoa que nunca expõe sua opinião ou argumenta.

"Talvez eu simplesmente seja uma pessoa má. Talvez a única razão para que eu tenha sido boa até agora tenha menos a ver com minha firmeza de caráter e mais a ver com o medo de ser pega em flagrante. (...) Será que sou uma pessoa boa? Ou apenas uma pessimista covarde?"

Já a Darcy é uma das antagonistas mais chatas que eu conheci no universo literário, pois é praticamente impossível gostar dela. Parece que durante toda a narrativa a autora dá motivos para ficarmos apenas de um lado. Mas, quem já leu outros livros da Emily sabe que ela sempre cria personagens humanos e passíveis ao erro. E o triângulo amoroso é exatamente um erro que vamos nos habituando no decorrer da narrativa.

Meu personagem preferido é Ethan, amigo das duas desde os tempos do colégio, e que sempre foi mais próximo de Rachel. Ele tem muitas tiradas engraçadas e dá os melhores conselhos sobre toda a situação.

A diagramação é bem diferente dos outros livros lançados pela autora aqui no Brasil. Esse livro foi lançado pela Editora Agir e os outros saíram pela Novo Conceito. O livro tem as folhas brancas e isso causa certo desconforto na leitura.

É um livro mais que indicado, pois adoro a autora e sua escrita. Para quem não sabe ela estará na Bienal do Rio que vai ocorrer esse ano. O livro tem uma espécie de continuação contando o que aconteceu com a Darcy e se chama Presentes da Vida, que já tem resenha aqui no blog. 



Título: O Noivo da Minha Melhor Amiga 
Autor: Emily Giffin 
Editora: Agir 
Páginas: 351

[NOVIDADES] Sylvia Day no Brasil

A editora paralela anunciou a vinda da autora Sylvia Day ao Brasil, a autora participará do encontro com escritores na bienal do Rio de Janeiro no dia 7 de setembro, sábado, e ainda virá á São Paulo, porém a data ainda não foi confirmada! 


"É autora de diversos best-sellers do New York Times e do USA Today. Antes de se dedicar integralmente à escrita, teve uma série de empregos curiosos, como funcionária de um parque de diversões e tradutora do russo para o serviço de inteligência do Exército dos Estados Unidos. Publicados em mais de trinta países, seus livros foram considerados uma “aventura emocionante” pelo Publishers Weekly e “perversamente divertidos” pela Booklist. Recebeu os prêmios RT Book Reviews Reviewers’ Choice Award, EPPIE Award, National Readers’ Choice Award, Readers’ Crown, e foi diversas vezes finalista do RITA Award of Excellence."

Fonte do Texto: Editora Paralela

[RESENHA] O Homem Perfeito - Vanessa Bosso


O homem perfeito existe? Apesar de ter vivido relacionamentos turbulentos, Melina está convicta de que, um dia, encontrará o seu homem perfeito. Tanto é verdade que escreveu um pedido ao universo, descrevendo este ser impossível nos mínimos detalhes. O que ela não imagina é que já teve o seu homem perfeito em mãos e o perdeu para sua arqui-inimiga... oh, céus, será que para sempre? Divirta-se com essa comédia romântica e descubra que amores perfeitos não existem, já almas gêmeas... ah, isso sim!


Qual mulher não desejaria O Homem Perfeito? Melina é convicta disso. Mas antes de iniciar esta resenha, preciso dizer: Não há palavras para expressar tudo o que senti ao ler este livro. Poderia ser uma resenha de umas sei lá... umas dez páginas que ainda seria insuficiente. É, eu chorei no final.

“– Você me conhece, Mel. Sabe que não me ligo no exterior das pessoas. E se nesses dez anos você tiver ganhado umas celulites, é bem provável que eu ache extremamente charmoso.
Ah, Deus, como ele consegue ser tão fofo? Acaba de calar a minha boca, numa boa. Resolveu um conflito que poderia ter terminado muito mal, de forma inteligente.– Desculpe. – baixo a cabeça, constrangida.”


Bom, vamos lá! Melina é a mulher mais doida que eu conheci em meios literários. Porém, ela tem algo que eu gosto, essa coisa que a torna tão única: ela é doida varrida. A história começa com ela inconformada com a vida, com os homens. Acaba de levar um chifre de um cara, que além de tudo era seu chefe, o tapado do Roger, com isso, ela perde seu emprego. O cara parecia ser legal, e como vocês sabem, na carreira publicitária – quando se pega um barraco, você se queima profissionalmente, e feio. – E foi o que ela fez, descobriu o par de chifres, e partiu pra cima do cara. Por mim, teria matado esse desgraçado.

“Melar esse casamento seria uma cartada master, um tapa na cara que a derrubaria para sempre. Mas o que vou ganhar com isso? Epa, espere aí! Eu tenho muito a ganhar. E o prêmio será meu homem perfeito!”
  
Inconformada, ela volta para Paraty, onde seu pai mora, seus avós moram. E claro, onde ela viveu. Com os seus 200 e tantos pares de sapatos ela pega o Lúcifer – o carro dela, nome carinhoso, não? – e pega a estrada. Quando chega a Paraty, descobre que seu ex-namorado e homem perfeito, está de volta ao pedaço, mas preparem-se, ele está noivo! E de uma biscate! A Samantha!

“Estou pronta para o primeiro ataque, vestida pra matar... de amor, claro. Estou usando um vestido branco, semitransparente, hipercurto com um boleto por cima. Cai uma chuva medonha do lado de fora e Nanie bate palmas, entusiasmada com a colaboração da mãe natureza.” 

Agora, deixem-me explicar direitinho essa parte! A mãe de Mel a deixou para encontrar uma luz, virou uma mulher doidona e saiu pelo mundo a fora, procurando a felicidade. Abandonou o pai e a filha e ai, Mel fica doidona também. Acaba cometendo um deslize: trai o seu namorado com o melhor amigo dela, numa festa, bêbada. Que coisa feia Mel!

“– Por favor, Mel. O que sente por mim?
– Eu... eu... eu amo você, Ben. Sempre amei.”

Mas minha gente, entendam, ela estava sem cabeça! Só que, dez anos depois ela o encontra, em situações inusitadas! Noivo! Lindão! Gostosão! E continuam apaixonados! ELE É O HOMEM PERFEITO DELA! Mas isso, vocês terão que ler para descobrir! O livro está baratíssimo na Amazon! E na minha opinião, o melhor livro de Vanessa Bosso! Agora, Mel precisa impedir o casamento de Bernardo com a sem sal da Samantha. E junto com Nanie e Guilherme, Mel terá que crescer para resolver seus problemas. Querem trechos? Lá vai!

“Ele arfa quando finco os dentes em seu queixo e aquela barba dourada é tão excitante, tão máscula que preciso me controlar para não machucá-lo. Mordo com força suficiente para deixá-lo maluco, a ponto de entregar o jogo. Não irei beijá-lo, a iniciativa deverá partir dele.”

Título: O Homem Perfeito
Autor: Vanessa Bosso
Editora: Independente
Páginas: 196





[DESCONTOS] 100 Bestseller Por R$ 9,90!



Galera tem livros do Nicholas Sparks, Emily Giffin, Willian P. Young...  versões econômicas, tudo por $9,90!

To tão pobre :(((




[LANÇAMENTOS] A Tribo - Joe Hill e Stephen King - Arqueiro


08 de Julho

Tribo, A (ebook)



  Disponível apenas em E-book


 Adaptado para o cinema por Steven Spielberg, o conto “Encurralado”, de Richard Matheson, ganhou fama e influenciou diversas histórias e gerações. Quase quarenta anos depois de escrito, ele inspira os mestres do terror Joe Hill e Stephen King em sua primeira parceria. Nesta homenagem, um bando de motoqueiros conhecido como a Tribo corre livre pelas autoestradas norte-americanas. Depois de cometerem dois assassinatos brutais e ainda desnorteados, eles decidem fazer uma parada em um restaurante, sem imaginar que essa será a pior escolha de suas vidas. No estacionamento ao lado, caminhões se espalham pelo pátio e um deles em especial se tornará o pesadelo dos motoqueiros. Dirigido por um motorista sem rosto, ele inicia uma perseguição implacável à Tribo em uma das estradas mais desertas dos Estados Unidos. Neste conto eletrizante, Joe Hill e Stephen King elevam a adrenalina ao máximo e não deixam que o leitor escape antes da última página.




[NOVIDADES] The Longest ride - Novo livro de Nicholas Sparks vai ser lançado na bienal do Rio!

Editora Arqueiro anunciou hoje no twitter. "The longest ride", novo livro de Nicholas Sparks, será lançado na Bienal do Rio, com a presença do autor.







[LANÇAMENTOS] Bling Ring: A gangue de Hollywood - Intrínseca


A editora intrínseca anunciou que o livro Bling Ring: A gangue de Hollywood, de Nancy Jo Sales, já chegou da gráfica, o livro que inspirou o novo filme de Sofia Coppola, estrelado por Emma Watson, será publicado no dia 13 de julho. Já o filme será lançado no dia 1 de agosto, com distribuição da Diamond Films Brasil.

Ansiosos? Então que tal matar um pouco da ansiedade e ler um trecho do livro: Aqui


Entre 2008 e 2009, as residências de Lindsay Lohan, Orlando Bloom, Paris Hilton e diversas outras celebridades foram invadidas e saqueadas. Os ladrões, um grupo de jovens de famílias abastadas, levaram o equivalente a 3 milhões de dólares em joias, dinheiro e artigos de grife, como relógios Rolex, bolsas Louis Vuitton, perfumes Chanel e jaquetas Diane von Furstenberg. As notícias surpreendentes sobre o caso chocaram Hollywood e intrigaram o mundo. Por que esses garotos, que em nada correspondiam à tradicional imagem dos bandidos, realizaram crimes tão ousados? A jornalista Nancy Jo Sales entrevistou todos os envolvidos, incluindo os pais e os advogados dos jovens, e até mesmo as celebridades que sofreram os assaltos. Em Bling Ring: a gangue de Hollywood, ela apresenta todos os detalhes de uma das quadrilhas mais audaciosas de nossos tempos.



[LANÇAMENTOS] Romances adolescentes - Galera Record


GAROTAS, SEGREDOS E SURPRESAS Vol.8 -  Cecily von Ziegesar



Brett é a encarregada de organizar o baile de fim de ano da Waverly Academy — e o amigo oculto dos alunos. Só que alguns estudantes decidem que a tradicional troca de presentes está ultrapassada e preferem brincar de Inimigo Oculto. É muito mais divertido e fará com que todos revelem seu lado mais... ousado!


Ano: 2013
Série: It Girl 
Páginas: 256 
ISBN: 9788501089199


GAROTA, 15 ANOS: LINDA, PORÉM LOUCA  -  Sue Limb



Jess finalmente fez 15 anos. Mas sua vida continua como sempre. O que mudou mesmo foi descobrir que o gato do Ben Jones está a fim de sua melhor amiga, Flora. Como competir com uma das pessoas mais importantes para ela? Com o festival do colégio se aproximando, surge a oportunidade perfeita para Jess chamar atenção (de um jeito positivo). Mas ser popular vai virar sua vida de cabeça para baixo e as consequências vão além do que ela jamais poderia esperar — ou sonhar.

Ano: 2013
Série: Garota, 15 anos 
Gênero: 224
ISBN: 978-85-0108-665-5




[RESENHA] Era uma vez minha primeira vez - Thalita Rebouças




Coração acelerado, pernas bambas, arrepio na nuca e um friozinho na barriga. Medo? Sim. E também excitação, sonhos, dúvidas, inseguranças e todas as "noias" que as meninas sentem diante da tão esperada e, por que não, idealizada, primeira experiência sexual. São essas angústias e alegrias, contadas de forma leve e bem-humorada, que Thalita Rebouças apresenta em "Era uma vez minha primeira vez", a escritora usa toda a sua sensibilidade e bom humor para falar de um tema que ainda gera muita ansiedade e polêmica entre as garotas. Na linguagem típica das adolescentes, a experiente autora no universo teen conta como seis amigas inseparáveis - Teresa, Clara, Tuca, Fernanda, Patty e Joana -, todas entre 15 e 19 anos, enfrentam o antes, o durante e o depois de um dos momentos mais importantes na vida das mulheres. Mas não espere um manual com dicas sobre sexo, virgindade, gravidez e temas afins. O livro reflete as emoções, os sentimentos, medos e anseios das personagens em diversas situações com as quais as leitoras de Thalita certamente irão se identificar.



Este foi um livro que adquiri em minha última bienal e me arrependi demais.

O livro é infanto-juvenil, gênero que mesmo quando tinha idade, nunca me atraiu. Sempre fui muito madura e velha para minha idade, então esses tipos de livro nunca foram do meu tipo. Mas me arrisquei e me arrependo.
O livro conta a experiência de cinco amigas, que moram no Rio e tem, quando ainda adolescentes, suas primeiras experiências íntimas com garotos.
O livro começa com as cinco amigas, Teresa, Clara, Tuca, Fernanda, Patty e Joana, na festa infantil da filha da Joana, e lá elas começam a conversar e relembrar o passado.
O livro tem um grande diferencial, a diferença de personalidade entre as garotas, fazendo com que qualquer menina se encaixe entre elas. Elas vão da nojenta a nerd. Da louca para chegar os finalmente, até aquela que não estava nem ai.
O livro é gostoso e rápido, perfeito para uma tarde de sábado e, muitas risadas.
Mas ele é bem tosco, não me acrescentou em nada, foi uma leitura por distração apenas; e eu me arrependo muito de ter comprado.
Thalita Rebouças tem uma excelente escrita, realmente apaixonante e juvenil. E vale bastante a pena quando seu objetivo é distrair a mente.
Nada mais a declarar sobre esse livro sem dar spoilers.

"Eu era virgem. E feliz."


Título: Era uma vez minha primeira vez
Autor: Thalita Rebouças 
Editora: ROCCO
Páginas: 166




[LANÇAMENTOS] Prévia de Sombras da Horda - inspirado no jogo da Blizzard

Prévia: Sombras da Horda

Editora galera record anuncia!


O site oficial do World Of Warcraft acabou de divulgar uma prévia de Sombras da Horda. O livro, inspirado no jogo da Blizzard será um lançamento mundial, simultâneo com a edição americana, para ninguém ficar esperando! Acompanhe a prévia dessa história aqui.


19 de Julho


Assassinos do Chefe Guerreiro Garrosh atacam Vol'jin, deixando-o à beira da morte. Mas o destino sorri para o líder Lançanegra quando o renomado mestre cervejeiro Chen Malte do Trovão o leva para a segurança de um monastério em uma montanha isolada. Ali, Vol'jin luta contra o velho ódio latente entre a Aliança e a Horda, enquanto luta para se recuperar ao lado de um misterioso soldado humano.
No entanto, esse é apenas o começo das preocupações de Vol'Jin. Logo ele se vê envolvido em uma invasão de Pandaria iniciada pelos Zandalari, trolls venerados em busca dos sonhos de dominação e poder. Esta antiga tribo oferece a Vol'jin a chance de aproveitar a glória, direito de todos os trolls... fazendo uma oferta ainda mais tentadora após a traição descarada de Garrosh.
Em meio a esses acontecimentos problemáticos, Vol'jin é abalado por visões intensas que retratam a história grandiosa de sua raça. Conforme ele questiona sua lealdade, ele sabe que deve fazer uma escolha sobre seu próprio destino, que poderia salvar seu povo ou condená-lo a definhar sob o calcanhar de Garrosh.



[NOVIDADES] Publicado 3º capítulo de Outono - Valéria Schmitt

Publicado terceiro capítulo de ''Outono'' - Valéria Schmitt em seu blog \0/

Caso você não tenha lido nenhum dos anteriores basta ir no blog da autora que vai encontrar os dois primeiros capítulos lá. 




Sinopse: Carolina Jardim é uma adolescente que está tranquila e feliz com sua vida e sua escola em Pitangui, Minas Gerais, e não entende por que sua mãe insiste em querer comemorar seu décimo sexto aniversário com uma grande festa, enviando convites a todos os seus colegas e parentes.

É claro que a notícia da festa e da popular banda contratada para tocar muda a forma como seus colegas se relacionam com ela na escola, incluindo Bernard, o jovem por quem ela tem uma queda. Durante a festa Carol conhece o lindo, mas enigmático Erick Tatcher, filho de um dos amigos de sua mãe. Ela também conhece uma mulher misteriosa, a venerável Ambrosina.
Depois da meia-noite, todos os convidados de Carol foram embora e somente os amigos de sua mãe permanecerem, então houve uma revelação: Eles eram todos bruxos! Carol também era uma bruxa de imensurável poder que lhe tinha sido tirado logo após o seu nascimento.
Ela também descobre que tem um poderoso inimigo a combater e derrotar - Hypollitus - um feiticeiro malvado capaz de tudo para conseguir mais Poder. E Carol é a única bruxa que pode derrotar esse monstro em uma batalha feroz.
Através de sua luta para aceitar seu status diferente e tomar uma decisão sobre a aceitação de sua missão na vida, Carol amadurece deixando de ser uma garota socialmente desajeitada e tímida e se transformando em uma jovem mulher corajosa e forte, que ama intensamente e que encara a sua missão com coragem por causa do amor que ela descobre ter em seu coração por todos aqueles que dependem dela. Será que Carol vai conseguir derrotar Hipollytus e descobrir a verdadeira identidade de Erick no final?


Comprar: Clube de Autores / E-book: Amazon






[RESENHA] Na Companhia das Estrelas - Peter Heller


Na Companhia das Estrelas

Em um mundo devastado pela doença, Hig conseguiu escapar à gripe que matou todo mundo que ele conhecia. Sua esposa e seus amigos estão mortos, e ele sobrevive no hangar de um pequeno aeroporto abandonado com seu cachorro, Jasper, e um único vizinho, que odeia a humanidade, ou o que restou dela.Mas Hig não perde as esperanças. Enquanto sobrevoa a cidade em um avião dos anos 1950, ele sonha com a vida que poderia ter vivido não fosse pela fatalidade que dizimou todos que amava. Hig é um guerreiro sonhador. E tem uma imensa vontade de gente, apesar da desilusão que se abateu sobre ele. Por isso é capaz de arriscar todo seu futuro quando, um dia, o rádio de seu avião capta uma mensagem... Voe com Hig e Jasper e se encante ao descobrir que um mundo melhor pode estar em cada um de nós.



Nas asas do destino ele buscará uma nova direção...


Um livro muito interessante, uma história triste, futurista, calma e profundamente tocante.
Se você está à procura de fortes emoções, adrenalina, muitos diálogos e agitação esse é o livro errado. Mas se você gosta de ‘’história’’ mesmo, aquelas com um começo mais lento, que vai te envolvendo aos poucos, que tem muito dos pensamentos e dramas internos dos personagens, que vai e volta no tempo para explicar dias atuais, que de forma gradativa vai se tornando mais intensa, então esse é seu livro certo.

Nosso personagem principal Hig é como Adão (Bílico), ele em alguns momentos cômicos como se auto intitular assim. Não que ele seja o último homem na terra, existe mais alguns espalhados até onde ele conseguiu descobrir, mas praticamente toda a população restante no planeta está infectada da doença do sangue, algo que começou como se fosse uma gripe com muita tosse. A maioria morreu, e quem resta está doente, os poucos que não estão tentam saquear, matar e roubar para sobreviver. O mundo virou um ‘’cada um por si’’. Como ele sabe que o planeta ficou assim? Começou aos poucos como uma epidemia, e agora não existe mais comunicação com o mundo, a tv, rádio, correio... Tudo parou, porque se deduz que não só nos EUA, mas todos no mundo, estão mortos ou morrendo.

Hig perdeu de forma trágica para doença sua esposa grávida, e tudo que lhe resta é seu cachorro Jasper, e o seu ‘’vizinho’’ Bangley, um homem estranho que detesta todas as poucas pessoas restantes no mundo e mata sem dó.

Ambos vivem em um antigo aeroporto sozinhos e isolados há uns nove anos. Suas vidas se resumem em plantar, caçar (os poucos bichos que restam) e vigiar. Pois ainda que a frequência diminua conforme as mortes aumentam, eles geralmente enfrentam alguns bisbilhoteiros que tentam saquear sua comida e os matar. Entendam assim, todos os alimentos perecíveis no mundo apodreceram, o que resta de comida boa é muito pouco e a terra está esquentando, rios e lagoas secam diariamente, por isso o alimento e água são  tão valiosos aos sobreviventes.

''Nove anos é tempo demais.
Para viver com as loucuras de Bangley.
Para me lembrar do hospital designado para a gripe e.
Para sentir saudades da minha mulher depois.
Para pensar em pescar e não ir.
Outras coisas.'' pág. 39

Hig é um cara interessante, tem um bom coração, não gosta de matar nem animais. Ele é do tipo ‘’pensante’’ (gostar de pescar é uma dica) seu inteligente cão Jasper é tudo para ele, uma vez que é a única família que restou, ele até gosta de Bangley, mas morre de medo dele perceber que pode se virar sozinho e assim resolva mata-lo. Um ponto a favor de Hig é que ele pilota um antigo avião que possui, e assim consegue vigiar o perímetro dos invasores.

A história se concentra no que restou da vida de Hig, em seu relacionamento de amor, amizade e lealdade com seu cão, na sua estranha relação de sobrevivência com Bangley, e descobri qual a finalidade de sua vida, o que fazer com o que restou dela. Pois viver apenas para vigiar, matar e caçar não parece um destino muito feliz.

Temos alguns momentos engraçados, como quando ele compara sua vida com Bangley como um casamento, e fala que é sua ‘’esposa’’. Ou quando ele encontra em uma de suas viagens de avião uma moça numa fazenda, e pensa ter encontrado sua Eva.

''Não mais que três dias. É sério. Toda vez que você dá suas malditas voltas ficamos vulneráveis.
Lancei a cabeça e olhei para ele. Foi a primeira vez que admitiu minha utilidade.
Não durmo bem, admitiu. Para ser honesto  (...)
Ele não dorme bem quando eu estava fora. Como uma maldita esposa. Maldito Bangley. Bem quando pensava que o queria bem longe.'' pág. 89

Temos muitos momentos deprimentes também, só para terem uma ideia à comida de Jasper (cachorro) é carne humana... Lembram-se dos invasores que Bangley mata? Pois é... Ou quando Hig acaba por matar um homem por latinhas de Coca-Cola, um total luxo para eles. Fora as tristes famílias doentes que moram perto e ele visita.

'' É isso o que faço, é o que tenho feito: tiro a pele das aneas, braços, peito, nádegas, panturrilhas. Corto fatias finas, coloco em salmoura e seco-as para Jasper, para os dias seguintes.'' pág. 66

O final do livro foi muito belo e singelo, de uma forma que só lendo para compreender, tivemos grandes surpresas, de certo modo uma reviravolta na vida desses homens. Posso dizer que terminei o livro satisfeita e feliz com o fim de todos.

Peculiaridades do livro: Sabem os travessões () indicando as falas dos personagens em diálogos? Pela primeira vez vi um livro sem eles, confesso que me confundi em muitas partes, mais por uma questão de falta de costume mesmo. O livro todo é narrado por Hig, e algumas vezes ele fala consigo mesmo imitando o que Bangley diria, temos também poucos diálogos e muitos pensamentos e lembranças. Ai sem o costumeiro travessão é difícil saber quando ele está ou não dialogando com alguém.

Diagramação: As páginas são amareladas, as letras são bem grandes, tudo contribuindo para uma boa leitura. A capa é linda, adorei o estilo céu noturno com as estrelas brilhantes, e as sombras de Hig e Jasper. A narrativa flui muito bem, o fluxo de informação é envolvente, sempre mesclando um pouco do passado para nos manter entretidos e compreendendo bem o presente.

Recomendo muito esse livro, e digo mais, nunca tinha lido nada do autor, mas agora virei sua fã. ^^


Autor: Peter Heller
Titulo: Na Companhia das Estrelas
ISBN: 9788581632346
Ano: 2013
Páginas: 352




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...